Leitora denuncia superlotação do Hospital Regional de Juazeiro. Direção do Hospital admite e comunica situação aos órgãos da Bahia e Pernambuco

25/04/2018 20:31

A leitora Fernanda Kellen envia fotos e faz a denúncia de superlotação do Hospital Regional de Juazeiro.

Confiram: 

Geraldo, fico muito triste em ver a situação do Hospital de Juazeiro. Estou acompanhando o amigo Jairo Carvalho, que se internou sexta-feira (20) com problemas na perna. Desde o dia que ele chegou que a informação passada pra gente é que estão esperando o Cirurgião Vascular para poder dar um diagnóstico, e até hoje nada.

Ele está em uma sala de observação com mais três pacientes, porquê não tem vaga no hospital. Acompanhantes passam dia e noite em pé porque não tem lugar para sentar, sentindo muitas dores, e como dá pra ver nas imagens a perna dele só piora, e nenhuma atitude foi tomada até o momento. Hospital superlotado, pacientes em macas nos corredores, um mau cheiro insuportável .... enfim, essa é a realidade da saúde da nossa cidade. 

Fernanda Kellen

NOTA DO HOSPITAL REGIONAL DE JUAZEIRO

A direção do Hospital Regional de Juazeiro informa que realmente a unidade hospitalar encontra-se superlotada em razão de demanda de pacientes superior ao perfil ordinário. Inclusive, hoje foi oficializado aos órgãos competentes como Ministério Público, Central de Regulação, Secretaria de Saúde e SAMU a atual realidade da unidade.  Não procede a alegação no que se refere ao mau cheiro, sendo realizada a limpeza frequente dos ambientes. A direção ainda esclarece que, embora não seja referência para atendimento de emergência de vascular, mas sim em atendimento eletivo vascular, vem procurando atender às necessidades dos pacientes.


 
VISITA AO HOSPITAL E ENTREVISTA COM DIRETOR MÉDICO

Convidada pela direção do HRJ a reportagem do Blog Geraldo José esteve no hospital na manhã desta quarta-feira (25) oportunidade em que conversou com o Diretor Médico Dr. José Antônio Bandeira que admitiu a situação que também está sobrecarregando a equipe da unidade hospitalar. “Desde o começo do ano que nós estamos trabalhando com 50% a mais da nossa capacidade e isso tem acarretado diversos transtornos, existem diversos pacientes nos corredores o que leva um déficit na assistência a esses pacientes” declarou Dr. José Antônio Bandeira.
O médico explicou que a solução estaria nos municípios de origem que estão deixando de regular alguns atendimentos. “Nós pertencemos à rede PE-BA (Pernambuco/Bahia), são 53 municípios, cerca de 2 milhões e 300 mil usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) e os hospitais das cidades menores não estão realizando atendimentos de menor monta, a exemplo da aplicação de antibióticos. Tem hospital que se quer tem antibióticos e encaminha para atendimento em Juazeiro sobrecarregando nosso hospital e com isso afetando diretamente a assistência hospitalar aos pacientes mais graves. As autoridades têm que adotar uma providência urgentemente, porque nós continuamos com portas abertas, mas com uma demanda maior do que a nossa capacidade” disse Dr. José Antônio Bandeira.

A reportagem também constatou grande processo de higienização e nenhum mau cheiro no ambiente hospitalar.

A direção do Hospital notificou os órgãos da Bahia e Pernambuco. Confira:

Redação Blog
FONTE; https://www.geraldojose.com.br

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!